segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Sustão!!!!


Este post foi escrito no dia 02/09, mas só será publicado hoje, dia 24/09, porque como meus pais estavam viajando, resolvi não preocupá-los!!!!

Então, segue o relato do SUSTÃO, que serve de informação para as mamães!!!

Passei pelo maior susto da minha vida no domingo, dia 02/09, que pode ser comparado somente com o engasgo do Guigui quando era bebê!!!!

Depois de um dia maravilhoso, o trio jantou, tomou banho e na hora de fazermos dormir, o Marcelo pegou o Mathias, e eu fiquei com a Carol e Guigui!!!

Eles estavam a mil, então, depois que o Mathias dormiu, resolvi que eu iria dar uma volta de carro com eles para dormirem! O Marcelo pegou o Guigui para colocar no carro e eu fiquei c a Carol no quarto.

Quando fui pegá-la, ela começou a chorar e sabem aquele choro que a criança não volta? Começou a ficar roxa e desmaiou!!!!

Eu comecei a gritar, o Marcelo pegou ela e aí ela chorou de novo e ficou bem!!!!

Meu pai estava viajando, então o Marcelo ligou para o neonatologista de Porto Alegre (porque óbvio que eu não conseguia nem falar né!) que disse que isso e normal e que é o famoso "se finar de chorar"!!!

Ela depois disso, logo voltou ao normal e já estava a mil de novo!!!

Nossa, foi a pior sensação da minha vida!!!! Perdi o chão, literalmente!!

Mas o importante é que tudo ficou bem e ela não teve mais qualquer episódio de "se finar"!

Passado o susto, fui ler o livro do Alexandre (quando o Marcelo ligou ele disse que tinha bem explicado no livro), o neonatologista do trio, e encontrei o seguinte:

Muitos pais se preocupam com o risco de ocorrência de crises de falta de ar, que podem levar a criança a ficar roxa por consequência de choro excessivo ("se finar"). (...)  mesmo aquela criança que chora até que amoleça e fique pálida ou roxa, não apresentará parada cardíaca ou necessidade de reanimação. A perda da consciência, na verdade, nada mais é do que um mecanismo de defesa do cérebro para "desligar" o ato consciente de prender o fôlego. O "desmaio" permite que a respiração seja reassumida evitando possíveis consequências danosas resultantes de sua falta. (p. 36)

Bem, espero que esse meu sustão tenha servido, ao menos, para trazer uma nova informação para algumas mamães!!!

11 comentários:

Melissa Rocha disse...

Mari vou te contar: a Lina já fez isso vááárias vezes....a primeira eu quase morri. A primeira vez ela tinha menos de um ano, não lembro direito o que aconteceu (provavelmente alguma manhã que ela fez e foi advertida) ela simplesmente começou a chorar e depois amoleceu o corpo, fechou os olhos e APAGOU...foi uma gritaria só...um desespero....depois de alguns segundos ela voltou. No dia seguinte liguei para o pediatra e a consulta de rotina estava marcada para alguns dias depois e preferi esperar....isso se repetiu mais uma vez até o dia do médico. Na consulta o pediatra nós disse para ñ dar atenção e que quando mais desesperada eu ficasse mais vezes ela faria isso. ERA BIRRA!!! Comecei a perceber que toda vez que ela era contrariada ele fazia isso e o meu desespero era enorme. Comecei a mudar minha atitude e quando ela começava a chorar sem parar eu simplesmente mudava de assunto e ñ dava bola e ela começou a parar de fazer isso. Olha eu sei bem o susto que vc levou...ñ é mole...a primeira vez eu quase tive um treco e fiquei passando mal a noite toda. Essas crianças são mais espertas que nós pensamos!!!!
Bjs
Melissa

Obs: dá uma olhada nesse link da crescer: http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI24991-15329,00.html

Anônimo disse...

Que legal, Mariana, não sabia que tinhas um blog dos trigêmeos. Adorei conhecê-lo e também aprender sobre as crianças " que se finam ". Parabéns pelos lindos filhos e pelo blog! Um abraço,
Zanza

Camila Sabino disse...

Menina que sustão, tenho gemeos e me imaginai nesta situação na hora, e olha q aqui periga viu, pois tão numa pirraça danada

Caroline Carvalho disse...

Mariana, ainda não tinha visita seu blog, na realidade nem sabia que vc tem o blog.
Lindo, li algumas coisas já, adorei...
Sempre tenho esta preocupação com o Benjamin, ele chora até ficar roxo, mas nunca desmaiou, com certeza este post vai me ajudar a ficar mais calma nestas situações.
Sabia que também tenho um blog... Passa lá... www.varaldospassarinhos.blogspot.com.br
BJS

Cris disse...

Que sensação terrível, Mari! Nunca tinha ouvido falar disso... muito bom tu ter compartilhado! E que susto mesmo!!!
Nesse final de semana acho que iremos praí passear. Vocês vão estar pela cidade?
Beijão

Anônimo disse...

Nossa!!!
Imagino o que você deve ter passado !!!
Depois do susto, ela está bem ???
E você, como está ???

Dinda

Aline Cortes disse...

Ótimo saber.
Obrigada por compartilhar.
Abraços,
Aline

Débie Mottin Molinari disse...

Mari a C quando era menor também fazia isso... E eu morria de medo... Mas fui aprendendo a me controlar, ela nunca chegou a desmaiar, mas chegava a ficar bemmm roxa... Uma vez tinha uma tia minha aqui em casa e ela fez isso, quase que minha tia desmaia... Mas eu mantive a calma e ela foi parando... Nossa, eu imagino o susto q tu levou, 'e horrivel ve-los assim...

beijaoooo

Bruninha Rezende disse...

Ja aconteceu com o Théo também, ele tava com 4 meses.. susto é pouco, quase que infarto.. kkk horrivel ver eles assim =/

Aline disse...

nossa que susto ne o Lucas faz direto isso geralmente quando quer passear isso na hora de dormir hehe ai digo que nao da o menino faz essas crises no inicio era apavorante hoje consigo lidar melhor mas sempre com aquele susto.hehe

lisiane disse...

Oi Mari, estou com saudade.
Também já passei por este susto quando a Lulu teve a sua 1ª cólica aos 7 meses. Do nada ela começou a chorar e muito, aquele choro desesperado e foi ficando roxinha com a boca branca. Quando ela começou a amolecer a minha reação foi lhe dar um sopro forte no rosto. Ela com o susto acabou voltando. Depois deste episódio ela ainda se finou mais algumas vezes a última ela já tinha mais de um ano, e eu disse q se ela fizesse iria para o castigo, falei muito brava com ela, pois a sapeca já estava usando este artificio para fazer manha. Deu certo nunca mais ela fez. Beijos.