segunda-feira, 31 de maio de 2010

Ajuda da vovó Camila

Não sei o que seria de todos nós sem a ajuda da minha mãe, a super vovó Camila!!!!
Bem, a ajuda já começou antes mesmo do trio nascer.
Quando começou meu repouso e eu ainda estava em Canela, ela me ajudava com tudo, desde coisas com a casa, como com os preparativos para a chegada do Mathias, da Carolina e do Guilherme!
Foi ela quem lavou e passou a maioria das roupinhas dos pimpolhos e me ajudou a arrumar tudo por aqui!
Quando fomos para Porto Alegre, no dia 18 de janeiro, ela foi comigo, e abriu mão de tudo aqui em Canela para ficar comigo o tempo que fosse necessário!
Vocês imaginam... quem faria isso??? Só minha mãe mesmo!!!! E meu pai sempre deu a maior força, e jamais reclamou dela não estar em casa durante a semana (ela ficava comigo durante a semana e aos finais de semana o Marcelo ia para Porto Alegre, e de 15 em 15 dias, meu pai ia para lá)!
Na noite que a bolsa rompeu, minha mãe estava comigo e me deixou super tranquila!! Se ela não estivesse junto, também não sei como seria!
Durante os 5 dias anteriores ao nascimento da turma, ela ficou direto comigo no hospital, me ajudando com tudo, afinal de contas não podia levantar para nada!!!
Foram dias muito bons, pois ela é uma pessoa super positiva e que deixa qualquer um em alto astral!!
No dia que eles nasceram, senti muita falta dela no momento do nascimento, mas os médicos não deixaram que ela entrasse na sala de parto!!
Mas logo que fui para a sala de recuperação ela chegou e já ficou comigo de novo!!
No hospital, depois do nascimento, também era ela quem dormia comigo!! Nos divertíamos muito jogando canastra na cama do hospital!!!
Durante os 70 dias do hospital das crianças, ela me acompanhou o tempo todo!
Ia de manhã comigo para o hospital, me ajudava a tirar leite (aliás, se não fosse a ajuda dela no aleitamento, duvido muito que tivesse leite hoje!), conversávamos muito (foi um período muito legal, pois tivemos a oportunidade de conversar sobre assuntos que jamais tínhamos falado! Tu sabe disso né mãe!!), ríamos muito, ela se preocupava muito com minha alimentação, e tudo que jamais se imagina que alguém possa fazer!! Mas da minha mãe não poderia esperar nada diferente!!! Quem conhece ela, sabe muito bem o que estou falando!!
Ela é um exemplo a ser seguido!!
O dia que ela pôde conhecer o trio pela primeira vez, foi emocionante! Tanto para ela, como para mim!
E quando o Mathias, a Carolina e o Guilherme saíram do hospital, a ajuda continuou!!
Primeiro, resolvemos, junto com meu pai, que não contrataríamos alguém para ajudar com as crianças, pois nesse início era muito importante que nós cuidássemos deles!!
Então, naqueles primeiros 10 dias em Porto Alegre, com exceção do final de semana que o Marcelo e meu pai estavam lá e ajudaram também, minha mãe e eu que demos conta do recado!!!
Nós duas cuidamos deles e minha mãe foi fundamental para me ajudar e me ensinar muita coisa!!! Isso ela tem feito até hoje!
Quando o trio saiu da Neo, eram um reloginho, mamando de 3 em 3 horas (hoje já está bem diferente!!), então a função com eles era grande!!
Minha mãe nunca demonstrou cansaço e estava sempre disposta para tudo! E continua assim até hoje!
Quando chegamos em Canela, ela praticamente se mudou para minha casa - aliás, a primeira coisa que ficou pronta aqui foi o quarto para ela e meu pai!
Fica aqui em casa direto, durante o dia e quase todas as noites, com exceção de 2, no máximo 3 noites por semana!
Abriu mão de tudo para me ajudar e isso não tem preço!!! E também não existem palavras para agradecer tudo que ela tem feito por todos nós!!!
Meu pai dorme aqui aos sábado, quando ele e minha mãe assumem o trio, e o Marcelo e eu temos uma noite off!!
As crianças amam a vovó Camila!! Dá para ver na forma como eles olham para ela!!
Então, só temos a agradecer a esta pessoa tão especial na minha vida e na vida do Mathias, da Carol e do Gui!
Obrigada mãe!!!

Primeira vez que a vovó pegou o trio juntinho

Outra foto com a vovó Camila

Com o vovô Zeca e vovó Camila

Nenhum comentário: