sexta-feira, 21 de maio de 2010

Nascimento

Como já tinha dito antes, minha gravidez estava indo super bem, tudo tranquilo e previsão de chegar às 36 semanas, até que no dia 27 de janeiro, com 25 semanas e 6 dias de gestação, a bolsa do Mathias rompeu!!
Estava dormindo e senti um líquido escorrer, chamei minha mãe que estava comigo em Porto Alegre (já estava em Porto Alegre desde o dia 18 de janeiro, em repouso) e ela ligou para meu médico que, por sorte, estava de plantão no Hospital Moinhos de Vento.
Pediu que eu fosse até lá para ver o que havia acontecido.
Cheguei lá (super tranquila e isso eu acho que ajudou - grande parte da minha tranquilidade foi porque estava com minha mãe ao lado) e após um rápido exame, o Gustavo viu que realmente a bolsa tinha rompido!
Imediatamente já me deu antibióticos e começou com as injeções de corticóide. Cada dia, cada hora a mais era importante para os bebês, que estavam se desenvolvendo super bem, mas que ainda eram muito pequenos para nascer.
Tinha feito uma eco 5 dias antes e os bebês estavam com: Mathias - 780g, Carolina 795g e Guilherme - 795g.
Fui internada e comecei então meu repouso absoluto! Entendam por absoluto apenas mexer a cabeça (isso mesmo), pois se me virava para a esquerda saia líquido, se me virava para a direita saia líquido, com qualquer movimento saia líquido! O líquido vai se repondo, até porque 95% do líquido amniótico é composto do xixi do bebê, que engole o líquido e urina (isso tudo aprendi com esta minha experiência).
Os bebês eram escutados três vezes por dia, e cada vez que ouvia os coraçoezinhos ficava muito feliz!!
Na quinta-feira, dia 28, fiz uma eco e eles estavam com: Mathias - 817g, Carolina - 822g e Guilherme - 900g.
Estava tudo bem com eles e o volume de líquido também estava bom, mesmo com a bolsa rompida!
No sábado, dia 30, no final da tarde comecei a sentir um pouco de dor na barriga e costas, mas não havia qualquer contração.
Passei a noite de sábado para domingo com muita dor, a médica plantonista me examinou e nada de contração. Eram gases! Que gases doloridos!!
Às 6 da manhã liguei para o Gustavo e o pai dele, Dr. João Steibel, que também é um excelente obstetra veio me examinar (nem o Gustavo, nem a equipe neonatal estava em Porto Alegre, pois estávamos no meio de um feriado, e como eu estava muito bem, não tinha problema algum em eles estarem em praias próximas a Porto Alegre, pois se fosse necessário em 1 hora estariam no hospital). Também não tinha visto nenhuma contração, até que sutilmente minha barriga, depois de uma dor forte, diminuiu!! Sinal de contração!!
O Dr. João fez o toque e eu na hora percebi que ele tinha encostado na cabecinha do Mathias!! Estava na hora!!! Não tinha mais como esperar e o meu trio iria nascer em poucas horas!
O Gustavo me tranquilizou por telefone e em 1 hora ele e a equipe neonatal estava no hospital!!
Meu pai e minha mãe já estavam no hospital desde às 7 da manhã, pois o Marcelo ligou e pediu que eles fossem ao hospital porque eu tinha dito que estava com contrações.
Fiquei meio nervosa, pois achava muito cedo para os bebês nascerem, mas o Dr. João conversou comigo e disse que eu teria que ficar tranquila para passar isso aos bebês.
E foi o que aconteceu....
A partir daquele momento passei a ficar super calma e essa traquilidade tentei passar para meus filhos o tempo todo, desde o nascimento até todo o período que ficaram no CTI e agora em casa também.
Fomos para o Centro Obstétrico e, além do Marcelo, meu pai que é pediatra também acompanhou o parto! Foi ótimo ter ele por perto! Queria que minha mãe, que estava comigo o tempo todo, também estivesse junto, mas não autorizaram. Ela ficou no quarto, sozinha até minha irmã chegar, torcendo muito por todos nós!! Minha mãe é muito forte e sempre passou isso para mim!!
Chegando na sala de parto, os neonatologistas vieram conversar comigo e disseram que se os bebês chorassem ao nascer eu poderia vê-los, caso contrário eles seriam levados direto ao CTI.
Confesso que jamais cogitei a hipótese de meus filhos nascerem e eu não ouvir o choro deles!!
Às 12h09min, o Mathias nasceu! Ouvi o chorinho dele que parecia um miadinho, bem baixinho, mas alto para o tamanhinho dele! Me mostraram o Mathias e levaram ele!
Às 12h10min, a Carolina nasceu! Também chorou e eu pude ver a minha princesa!
Às 12h12min, o Guilherme nasceu! Chorou também e vi meu gigante!!!
Também dei um beijinho em cada um e pude sentir o calor do corpinho deles no meu rosto!
Logo depois, trouxeram os 3 e eu pude vê-los melhor e fazer um pouquinho de carinho em cada um!!!
Estavam respirando sozinhos!!!! Não precisaram ser entubados!!! Eram bem pequenos, mas muito fortes!
O Mathias nasceu com 895g e 33,5cm, a Carolina com 840g e 33cm, e o Guilherme com 960g e 35cm.
O apgar deles também foi ótimo:
Mathias - 7 e 8
Carolina - 7 e 8
Guilherme - 6 e 8
Após, o trio foi levado para a Neo e o Marcelo e meu pai foram para lá com eles!
Na verdade a Neo estava preparada para receber 3 bebês em situação precária, tendo em vista a prematuridade! Mas não, eles se comportaram muito bem, e como eu já disse, não precisaram nem ser entubados, apenas precisaram do CPAP (uma ajudinha).
A minha cesárea foi super tranquila e passei o tempo todo conversando com o Gustavo e o João, pois sou super conversadeira!!!
Após, fui levada para a sala de recuperação e minha mãe pôde entrar!! Ela me disse que o pai estava super tranquilo e que os bebes estavam muito bem!
Logo já vimos que meu leite estava vindo!!! Que ótimo, pois com 26 semanas de gestação o corpo ainda não está preparado para a produção de leite! Mas como eu entrei em trabalho de parto, ajudou bastante!!
E o melhor! Meus bebês teriam meu leite!!
Mais tarde voltei para o quarto e a minha irmã Paula e o André, meu cunhado já estavam lá. Recebi algumas visitas (Max, Andréa, Coca e Lísia) e estava super tranquila.
Como foi tudo muito rápido, nem o enfeite da porta do quarto estava comigo. Já havia encomendado, mas ainda não estava pronto! Então minha irmã e meu cunhado que são artistas plásticos, improvisaram um que fez o maior sucesso: minha tia tinha me dado uma camiseta escrito "TRIPLE", daí eles desenharam 3 bebês e escreveram os nomes do Mathias, da Carolina e do Guilherme! Ficou uma graça e fez o maior sucesso!!!
O Marcelo tinha ido na Neo e tirou algumas fotinhos e fez uns vídeos do trio para eu poder ver!! Que emoção! Eles nem pareciam tão pequenos!!! Mas eram....
Estavam super ativos e chorando, o que era ótimo!!
Os neonatologistas já haviam conversado comigo sobre os riscos que os bebês corriam, mas tenho que dizer uma coisa: jamais cogitei que o Mathias, Carol e Gui teriam qualquer problema!! E não tiveram...
Vocês vão ver nas próximas postagens todo o desenvolvimento deles, primeiro na Neo e depois em casa!!
Jamais vou esquecer aquele momento maravilhoso que foi o nascimento dos meus filhos!
Jamais vou esquecer do chorinho dos meus bebês!
Jamais vou esquecer o calor do corpinho deles junto ao meu rosto quando pude beijá-los pela primeira vez!
São momentos que jamais sairão da minha memória!!

Enfeite de porta improvisado - um sucesso!!!


Participação de Nascimento no Jornal Zero Hora


Nota que saiu no Jornal de Gramado - interior é assim! Trigêmeos viram notícia!

Nenhum comentário: